Tucanato nacional: de presidenciáveis a denunciados pela Lava Jato

Conte comigo: de cinco presidenciáveis tucanos, três são acusados de corrupção

Alcançado pela Operação Lava Jato, o senador e ex-governador de São Paulo, José Serra (PSDB) entra para a “seleta” lista de políticos de expressão nacional que receberão um destrutivo carimbo em sua extensa biografia.

Serra foi denunciado por lavagem de dinheiro, cuja origem seria propina que o então governador teria recebido entre 2006 e 2007, nas obras do Rodoanel Sul.

No próprio PSDB, Serra fará companhia a outros tucanos de lustrosa plumagem, como o também paulista Geraldo Alckmin e o mineiro Aécio Neves, também alvos de processos do tipo.

Desde a redemocratização brasileira, no final dos anos 1980, houve oito eleições presidenciais – o PSDB encabeçou chapa em todas elas. Veja o histórico:

1989 – Mário Covas
1994 – Fernando Henrique
1998 – Fernando Henrique
2002 – José Serra
2006 – Geraldo Alckmin
2010 – José Serra
2014 – Aécio Neves
2018 – Geraldo Alckmin

Três dos presidenciáveis do PSDB – disputaram as últimas cinco eleições -, se vêm agora tendo de se explicar à Justiça e à opinião pública por corrupção.

De lá para cá, o eleitor brasileiro fez outras escolhas, das quais há sérias dúvidas se foram as melhores para o País.

Por outro lado, vejam de quem nos livramos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *