Deputado Danilo Forte: por mais apoio para o Nordeste

Deputado foi recebido na Casa da Indústria nesta terça / Fiec/Divulgação

Parte expressiva do PIB cearense esteve na sede da Fiec, nesta terça-feira (5), para debater incentivos fiscais.

Convidado, o relator da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para 2024, o combativo deputado federal Danilo Forte (União Brasil) abordou matérias que tramitam no Congresso Nacional sobre a pauta.

À coluna, Danilo disse que o Nordeste precisa se mobilizar, para defender a própria região.

Para o parlamentar, há um grande crédito político com o atual governo, que poderia ser convertido em mais apoio e subsídio à indústria regional, para gerar mais competitividade.

“Para isso, precisamos de um diferencial, em níveis nacional e internacional, para gerar emprego e desenvolvimento”, afirmou.

A história é filha de seu tempo

Como se o Estado do Ceará não tivesse graves e urgentes desafios – fome e dívidas, por exemplo -, eis que o mausoléu anexado ao Palácio da Abolição foi para o topo da pauta política.

O governo Elmano de Freitas (PT), sob o argumento de que o ex-presidente Castello Branco, a quem o monumento é dedicado, apoiou a ditadura militar (1964-85), quer removê-lo.

É um despautério. Memória, qualquer que seja, é o que nos faz lembrar o que fomos e somos, para forjar o que queremos ser. A história é filha de seu tempo. Respeitemo-la.

Pescado

Com o objetivo de impulsionar o consumo de peixe e frutos do mar no varejo e food service brasileiro, será lançada, em Fortaleza, a Semana do Pescado. A iniciativa do Ministério da Pesca e Aquicultura está na 20ª edição. Vai até próximo dia 15.

O ato partirá do Espigão da Beira Mar, na Desembargador Moreira, até o Mercado dos Peixes. Nesta quarta (6), às 17h.

Até 2028

Para unificar os períodos eleitorais e acabar com a reeleição, os atuais mandatos de presidente da República, governadores estaduais, senadores e deputados deveriam ser prolongados até 2028.

A ideia é do deputado estadual Guilherme Bismarck (PDT). As eleições de 2024, com escolha de prefeitos e vereadores, estariam mantidas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *