Destravada no Congresso, reforma tributária promete muito debate

Da Coluna Erivaldo Carvalho, do jornal O Otimista, edição desta segunda/13:

Guedes e Alcolumbre: governo busca protagonismo

A badalada reforma tributária, necessária e urgente para o Brasil, segundo dez entre dez empresários, finalmente começa a ser destravada. Nesta terça, 21, o ministro Paulo Guedes deverá entregar ao presidente do Senado, Davi Alcolumbre, pelo menos uma parte da proposta preparada pela equipe econômica. Será anexada ao texto que está em andamento na comissão mista do Congresso. Trata-se da busca de protagonismo político – inexistente na reformulação da previdência -, no redesenho da máquina de arrecadação do País que, diga-se, funciona muito bem.

Vista de forma ampla, a reforma tributária também passa por um novo pacto federativo entre União, estados e municípios. O clima, portanto, é de forte expectativa no setor produtivo e entes públicos. Entre outros itens, estão previstos a unificação de tributos, imposto sobre transações digitais, fim do imposto sobre pessoas jurídicas, tributação de dividendos, fim de benefícios fiscais para cesta básica, desoneração da folha de pagamento e “Nova CPMF”. Mas há muitos bodes na sala, que só o debate e a medição de forças dentro e fora do Congresso poderá espantar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *