Cenários em Fortaleza com e sem candidatura do PT

Com Luizianne Lins candidata:

Capitão Wagner (Pros) será um candidato anticirista e antipetista.

Luizianne Lins (PT) será uma candidata antibolsonarista e anticirista.

O nome pedetista será um candidato antibolsonarista.

O pedetista disputará voto com Luizianne no campo antibolsonarista.

Luizianne disputará voto com o Capitão no campo anticirista.

Nessa dinâmica, o Capitão leva vantagem.

Os votos que não irão para o candidato do Pros serão divididos entre PDT e PT.

Os votos que não forem nem para o PT nem PDT irão para o Capitão.

Sem Luizianne candidata:

Capitão Wagner (Pros) será um candidato anticirista e antipetista.

Nome do PDT, apoiado pelo PT, será maciçamente antibolsonarista.

Nessa dinâmica, não haveria divisão dos votos antibolsonaristas.

Candidatura do PDT em Fortaleza: definições e surpresas

Da direita para esquerda: Sarto, Ferruccio, Samuel, Idilvan e Salmito

Nada garante – isso já foi dito pelos próprios dirigentes do processo -, que o candidato governista à sucessão do prefeito Roberto Cláudio sairá da conhecida lista pedetista.

Estão no páreo Idilvan Alencar, Samuel Dias, José Sarto, Ferruccio Feitosa e Salmito Filho.

Em 2014, na escolha do candidato a governador, tínhamos concorrendo à vaga de candidato Leônidas Cristino, Zezinho Albuquerque, Mauro Filho, Izolda Cela e Domingos Filho.

Acabou sendo ungido o hoje governador reeleito, Camilo Santana (PT).