O protagonismo do Parlamento

Legislativo federal apoiou ações do Executivo e tomou iniciativas / Antonio Cruz/ Agência Brasil

Em recesso desde a semana passada, o Congresso Nacional foi – para o bem e para o mal -, o grande protagonista da política brasileira em 2021. No topo dos fatos que justificam tal posição está a CPI da Covid, instalada no Senado. Durante seis meses, manteve apontado para o governo Bolsonaro um canhão de luz, com graves acusações sobre supostos crimes cometidos pelo presidente da República e seus principais aliados no combate e prevenção da pandemia de covid-19. Já a Câmara dos Deputados puxou para si a pauta nacional, quer apoiando e melhorando ações do Executivo no socorro aos mais atingidos pela crise econômica quer por iniciativas próprias.

Muitos itens da pauta ficaram pelo caminho, a exemplo das reformas tributárias e administrativas. Outras, foram levadas a cabo quase que por não haver plano B, como foi o caso da PEC dos Precatórios. Houve, ainda, situações em que senadores e deputados federais ficaram devendo à opinião pública. O pior exemplo é o famigerado orçamento secreto – um adequado apelido das emendas do relator. Trata-se do suprassumo da indecência com o dinheiro do cansado contribuinte. Na mesma linha, tivemos a aprovação do fundão eleitoral que vai bancar as campanhas eleitorais do ano que vem, justamente quando o País vive um de seus piores momentos nas contas públicas.

A meta de Evandro Leitão
O presidente da Assembleia Legislativa, Evandro Leitão, um dos nomes do PDT que poderá disputar o Governo do Estado, correu o Ceará nos últimos meses, levando debates e serviços ao Interior do Estado. Foi uma das formas que encontrou para ser conhecido pelo grande público. Como efeito paralelo positivo, aproximou – e muito – o Poder da sociedade.

O destaque de Antonio Henrique
Ao fazer um balanço das ações da Câmara Municipal de Fortaleza, o presidente Antonio Henrique (PDT) destacou votações, diálogo político e parcerias que, no conjunto, apontaram o rumo do desenvolvimento da Cidade. Pré-candidato a deputado estadual, o pedetista elevou a atuação do legislativo local, nem sempre compreendido em seu mister.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.