Danilo Forte: mobilização pode ser início de virada contra reajuste

Deputado federal tem conhecimento de causa e vai ao ponto / Marina Ramos/Câmara dos Deputados

Pintados para a guerra contra a Enel/Aneel, a classe política, setor produtivo organizado e entidades aderentes ao consumidor prometem barulhenta audiência pública, para a manhã desta sexta-feira (29), no auditório da Fecomércio, em Fortaleza. Deverá ser um dos maiores movimentos coletivos, de tempos recentes, em prol de uma causa igualmente diversa. Não é para menos. A conta de luz pega todos, de forma indistinta e impiedosa. A pancada média é de escorchantes 24,85%. Na agropecuária, a mordida a mais passa de 32%.

A Coluna conversou com o deputado federal Danilo Forte (União Brasil-CE), presidente da Frente Parlamentar em Defesa das Energias Renováveis (FER). Na avaliação do parlamentar, um dos pontos do debate deverá ser a modelagem de atuação da Enel Distribuição. “Vou revelar alguns dados sobre esse contrato, que precisam ser discutidos, para que possamos ter mais transparência”, antecipa Danilo, que complementa: “Será o início de uma grande luta e mobilização dos cearenses contra o contrato abusivo que lesa o patrimônio dos cearenses”.

Prossegue Danilo: “Se não houver uma reação dos segmentos empresariais do Estado e dos cidadãos e cidadãs cearenses, estaremos dando o beneplácito e a aceitação a essa agressão à economia popular em nosso Estado”. Comentário da Coluna: já avaliamos aqui, por mais de uma vez, a importância de o Ceará dispor de parlamentares, federais e estaduais, que demonstrem firmeza na defesa de seus representantes. E, muito de preferência, que tenham conhecimento de causa e vá à raiz do problema. É o caso de Danilo Forte.