Com participação de Tasso, live do PSDB Mulher debate presença feminina na política

Live do Secretariado das Mulheres do PSDB-CE discutiu perspectivas das mulheres na política

Dados de 2018 mostram que o eleitorado do Ceará é dividido entre 53% de mulheres e 47% de homens. Nos dois principais parlamentos do Estado – Assembleia Legislativa e Câmara Municipal de Fortaleza -, entretanto, são vexatórios os índices de participação feminina.

São seis deputadas estaduais (13% das 46 cadeiras) e seis vereadoras na Capital (14% de 43 assentos). Na bancada federal, o índice é ainda mais inexpressivo, com apenas uma mulher deputada federal (4,5% de 22 vagas).

Para enfrentar esse grande desafio – e até mesmo para cumprir a legislação eleitoral, que prevê no mínimo 30% das candidaturas para cada gênero -, o Secretariado das Mulheres do PSDB no Ceará debateu a participação feminina na política.

O encontro reuniu, remotamente, parlamentares e pré-candidatas do partido que disputarão as eleições municipais de novembro. Principal liderança tucana no Estado, o senador Tasso Jereissati destacou a necessidade de engajamento das mulheres no debate político e na formulação das políticas públicas.

“A ética e o espírito público são características das mulheres. Deposito enorme confiança nas candidaturas das mulheres do PSDB no Ceará”, afirmou o senador na live. O Secretariado do PSDB Mulher é presidida no Ceará por Maria Jesus Bertolo.

Líder do Partido na Assembleia Legislativa, a deputada Fernanda Pessoa destacou o papel da ex-primeira dama, Renata Jereissati. “Foram inúmeras ações de fortalecimento do artesanato cearense com investimentos na qualificação e na geração de novos negócios”, lembrou.

Também presente no encontro, a vereadora de Caucaia e pré-candidata a Prefeita do Município, Emília Pessoa, defendeu maior participação das mulheres na política.

Já o presidente do Diretório Estadual do PSDB, Luiz Pontes, ressaltou que eventos dessa natureza serão cada vez mais frequentes no PSDB e que o partido estimula o surgimento de mais lideranças femininas na política.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *